PERCEPÇÕES SOBRE SEXUALIDADE EM RELAÇÃO ÀS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS DE PESSOAS ADULTAS NA ATENÇÃO BÁSICA

SILVA, Bianca Camargo da SILVA,, Maria Conceição OLIVEIRA,

Resumo


Este artigo tem como objetivo geral analisar o conhecimento de pessoas adulta que frequentam a atenção básica do SUS em um município de médio porte em SC, sobre sexualidade relacionada a prevenção das DST–HIV/Aids, a sua percepção sobre DST/Aids, o conhecimento e atitudes sobre os métodos de prevenção e verificar a prevalência de procura pela unidade básica de saúde para atendimento sobre aspectos ligados à sexualidade. A metodologia da pesquisa tem caráter quantitativa e trata-se de um estudo transversal, em que os dados foram coletados através de entrevista estruturada. A maioria dos entrevistados julgam ter um conhecimento satisfatório sobre sexualidade 82,9%, contra 17,1% que respondeu Insatisfatória, porém 38,7% disseram não fazer o uso de preservativo durante a relação sexual. Sugere-se elaborações de ações educativas e medidas preventivas que ampliem o conhecimento das pessoas gerando maior resolutividade nos serviços, no sentido de contemplar a temática da sexualidade relacionando com DSTs.


Palavras-chave


Sexualidade; População; DSTs; HIV-AIDS; Atenção Básica.

Texto completo:

PDF

Referências


Louro GL. Gênero, sexualidade e educação: das afinidades políticas às tensões teórico –metodológicas. Educação em Revista [Internet]. 2007 [acesso em: 02 dez 2014]; n. 46. p. 201-218. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/edur/n46/a08n46.

Thiengo MA, Oliveira DC, Rodrigues BMRD. Representações sociais do HIV/AIDS

entre adolescentes: implicações para os cuidados de enfermagem. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2005 [acesso em: 06 dez 2014]; 39(1):68-76. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v39n1/a09v39n1.pdf.

Olivi M, Santana RG, Mathias TAF. Comportamento, conhecimento e percepção de risco sobre doenças sexualmente transmissíveis em um grupo de pessoas com 50 anos e mais de idade. Rev Latino-am Enfermagem [Internet]. 2008 [acesso em: 10 out 2014]; 16(4). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v16n4/pt_05.pdf.

Brito AM, Castilho EA, Szwarcwald CL. AIDS e infecção pelo HIV no Brasil: uma epidemia multifacetada. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical [Internet]. 2000 [acesso em: 04 dez 2014] 34(2): 207-217. Disponível em: file:///C:/Users/Leandro/Downloads/a10v34n2.pdf.

Paiva V, Aranha F, Bastos FI. Opiniões e atitudes em relação à sexualidade: pesquisa de âmbito nacional, Brasil 2005. Rev Saúde Pública [Internet]. 2008 [acesso em: 10 out 2014]; 42(Supl 1):54-64. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102008000800008.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. [Internet]. Lages-SC [acesso em: 10 abr 2014]. Infográficos: dados gerais do município 2014. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/cidadesat/painel/painel.php?codmun=420930. Acesso em 10/04/2013.

Kloetzel K, Bertoni AM, Irazoqui MC, Campos VPG, Santos RN. Controle de qualidade em atenção primária à saúde. I–A satisfação do usuário. Cad. Saúde Pública [Internet]. 1998 [acesso em: 03 dez 2014]; 14(3), 623-628;1998. Disponível em: https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/1512.pdf.

Junior WB, Shiratsu R, Pinto V. Abordagem nas doenças sexualmente transmissíveis. An Bras Dermatol. [Internet]. 2009 [acesso em: 03 dez 2014]; 84(2):151-59. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abd/v84n2/v84n2a08.pdf.

Maia C, Guilhem D, Freitas D. Vulnerabilidade ao HIV/Aids de pessoas heterossexuais casadas ou em união estável. Rev Saúde Pública [Internet]. 2008 [acesso em: 03 dez 2014]; 42(2):242-8. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102008000200008.

Frugoli A, Junior CAOM. A sexualidade na terceira idade na percepção de um grupo de idosas e indicações para a educação sexual. Arq. Ciênc. Saúde UNIPAR [Internet]. 2011 [acesso em: 03 dez 2014] v. 15, n. 1. Disponível em: http://revistas.unipar.br/saude/article/view/3696/2398

Ferreira MP. Nível de conhecimento e percepção de risco da população brasileira sobre o HIV/Aids, 1998 e 2005. Rev Saúde Pública [Internet]. 2008 [acesso em: 04 dez 2014]; 42(Supl 1):65-71. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/rsp/v42s1/09.pdf

Silva CM, Vargens OMC. A percepção de mulheres quanto à vulnerabilidade feminina para contrair dst/hiv. Ver Esc Enferm USP [Internet]. 2009 [acesso em: 03 dez 2014]; 43(2):401-6. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v43n2/a20v43n2.pdf.

Santos NJS, Barbosa RM, Pinho AA, Villela WV, Aidar T, Filipe EMV. Contextos de vulnerabilidade para o HIV entre mulheres brasileiras. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2009 [acesso em: 03 dez 2014]; 25 Sup 2:S321-S333. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v25s2/14.pdf.

Serra BRV, Dias MJS. Prevenção de DST e HIV/AIDS: refletindo influências do feminino e do masculino. Revista HU [Internet]. 2003 [acesso em: 03 dez 2014] v. 4 n. 1-2. Disponível em: http://www.huufma.br/site/estaticas/revista_hu/pdf/Revista_HU_Volume_4_1-2_JAN_AGO_2003.pdf#page=69

Fernandes AMS, Antonio DG, Bahamondes LG, Cupertino CV. Conhecimento, atitudes e práticas de mulheres brasileiras atendidas pela rede básica de saúde com relação às doenças de transmissão sexual. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2000 [acesso em: 03 dez 2014] 16(Sup. 1):103-112. Disponível em: https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/0456.pdf.

Instituto Nacional de Câncer Jose Alencar Gomes da Silva (INCA) [Internet]. Rio de Janeiro: Ministério da Saúde [acesso em: 07 dez 2014]. Tipo de Câncer. Disponível em: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/colo_utero/definicao




Diretos Autorais

 

A revista Gepesvida é de acesso livre. É, portanto, fundamental que o autor ao utilizar-se dela para publicação de trabalhos observe conduta apoiada em princípios éticos, de modo a respeitar o direito de propriedade intelectual sobre a obra a ser submetida. 

 Dessa maneira, as Revistas Eletrônicas do ICEP buscam agir sob uma política de publicação no intuito de proteger seus interesses como veículo divulgador da ciência, bem como garantir os interesses de seus colaboradores que aqui depositam sua confiança publicando o resultado de suas pesquisas científicas.


O termo de cessão que segue é regido pela lei n° 9.610/1998, que altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais no Brasil.