AS AÇÕES DA EQUIPE DE ENFERMAGEM FRENTE A UMA PARADA CARDIORRESPIRATORIA NO AMBIENTE INTRA-HOSPITALAR

Lucas Moroni de Moraes, Andréia Valéria de Souza Miranda, Magali Maria Tagliari Graf

Resumo


Parada cardiorrespiratória (PCR) se trata da interrupção das atividades cardíacas e pulmonares de uma pessoa com potencial chance de recuperação dessas funções após o evento. O objetivo deste estudo foi identificar os conhecimentos dos acadêmicos da 9ª fase de um curso de enfermagem, em relação as ações realizadas durante uma parada cardiorrespiratória. Trata-se de uma pesquisa de campo, do tipo descritiva e exploratória com abordagem qualitativa e quantitativa. O levantamento de dados foi realizado através de dois testes e um treinamento realizados com academicos da 9ª fase de um curso de enfermagem em um Centro Universitário, onde primeiramente foi aplicado um teste com questões de múltipla escolha com a autorização dos acadêmicos através de assinatura de um termo de concentimento livre e esclarecido. Posteriormente ao primeiro teste, foi realizado um treinamento e uma simulação de PCR com abordagem teórico-prática com ênfase nos procedimentos que devem ser realizados pela equipe de enfermagem para a aplicação de uma ressuscitação cardiopulmonar (RCP) de alta qualidade. Por fim, foi aplicado novamente outro teste e avaliado a evolução dos resultados que apresentaram melhora no percentual de acertos nas três categorias abordadas. Após a análise dos resultados foi possivel concluir que os conhecimentos dos acadêmicos sobre o tema estava fragilizado e apresentou melhora após o treinamento, e que a capacitação da equipe de enfermgem é essencial para o alcance de melhores resultados durante uma RCP.

Palavras-chave


Parada cardiorrespiratória. Enfermagem. Treinamento. RCP de alta qualidade

Texto completo:

PDF

Referências


AEHLERT, B. ACLS: suporte avançado de vida em cardiologia. 5. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2018. p. 4-104.

FALCÃO, L. et al. Emergências: Fundamentos e práticas. 1. ed. São Paulo: Martinari, 2010. p. 245-246.

FILHO, C. Et al. Fatores que comprometem a qualidade da ressuscitação cardiopulmonar em unidades de internação: percepção do enfermeiro. Revista da escola de enfermagem da USP, São Paulo, v. 49, n. 6, p. 908-914, dez./2015. Disponível em: . Acesso em: 17 mar. 2019.

GONZALEZ, M. M. et al. I Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados Cardiovasculares de Emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia: Resumo Executivo. Sociedade Brasileira de Cardiologia: Rio de Janeiro, Vol. n. 1, p. 105-108, disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abc/v100n2/v100n2a01.pdf. Acesso em: 16 mar. 2019.

LIMA, S. G. D. et al. Educação Permanente em SBV e SAVC: Impacto no Conhecimento dos Profissionais de Enfermagem. Sociedade Brasileira de Cardiologia, São Paulo, v. 93, n. 6, p. 630-636, dez./2009. Disponível em: . Acesso em: 7 out. 2019.

MINAYO, M. C. D. S. Pesquisa Social: Teoria, método e criatividade..18. ed. Petrópolis: vozes, 2001. p. 67-71.

MORAES, A. M.; FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa cientifica. 1. ed. Sobral: Inta, 2017. p. 126-127.

SOUZA, B. T. et al. Identificação dos sinais de alerta para a prevenção da parada cardiorrespiratória intra-hospitalar. Revista Latino-Americana de Enfermagem, São Paulo, v. 27, n. 3072, p. 1-9, fev./2019. Disponível em: . Acesso em: 7 out. 2019.

VEIGA, V. C. et al. Atuação do Time de Resposta Rápida no processo educativo de atendimento da parada cardiorrespiratória. Revista Brasileira de Clínica Médica, São Paulo, v. 11, n. 3, p. 258-262, mai./2013. Disponível em: . Acesso em: 8 out. 2019




Diretos Autorais

 

A revista Gepesvida é de acesso livre. É, portanto, fundamental que o autor ao utilizar-se dela para publicação de trabalhos observe conduta apoiada em princípios éticos, de modo a respeitar o direito de propriedade intelectual sobre a obra a ser submetida. 

 Dessa maneira, as Revistas Eletrônicas do ICEP buscam agir sob uma política de publicação no intuito de proteger seus interesses como veículo divulgador da ciência, bem como garantir os interesses de seus colaboradores que aqui depositam sua confiança publicando o resultado de suas pesquisas científicas.


O termo de cessão que segue é regido pela lei n° 9.610/1998, que altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais no Brasil.